Notícias & Novidades

Aprenda como criar uma “zona suja” na entrada da sua casa

Você já deve estar atento às recomendações dos especialistas em relação ao COVID-19, certo? Lavar as mãos, por no mínimo 20 segundos, usar máscaras ao sair de casa e evitar lugares com aglomeração de pessoas são algumas delas. Contudo, como higienizar corretamente a sua casa?

Pensar nesse assunto é muito importante, pois o vírus pode ficar em superfícies por horas. De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz, esse vírus pode sobreviver por até 72 horas em superfícies de aço inoxidável, por exemplo.

Por isso, é importante evitar que objetos que tiveram contato com o ambiente externo possam contaminar essas superfícies. A forma mais simples de resolver esse problema é criando uma “zona suja” e uma “zona limpa”. Vamos aprender a fazer isso?

Criando uma “zona suja”

A zona suja não se trata de um local que não receberá higienização, muito pelo contrário, pois toda a casa deve ser limpa. A zona suja é uma área que receberá todos os itens que tiveram contato com o ambiente externo, como embalagens, calçados, vassouras etc.

Caso você tenha um hall de entrada, transforme esse local em sua zona suja. Se você não tiver, não tem problema. Separe um cantinho, de preferência próximo à entrada, para cumprir essa missão.

Para evitar contaminar o chão, você pode colocar os objetos em um banco ou cadeira. Vamos entender esse conceito por meio de tópicos?

  1.  Delimite o espaço da zona suja, usando fitas, por exemplo;
  2. Respeite esse espaço — nada de entrar de sapato dentro da zona limpa ou colocar as chaves na estante.
  3. Roupas e calçados devem ter um recipiente próprio, assim você evita a contaminação dentro da própria zona suja.
  4. A zona suja também deve contar com álcool em gel para que quem venha de fora possa se higienizar, evitando contaminar os objetos ao tocá-los.

Criando a “zona limpa”

A zona limpa deve contar com uma estratégia que a mantenha livre do contato com os objetos da zona suja. Então, os calçados usados nesse ambiente não podem ser usados na zona suja, por exemplo.

Limpando esses ambientes

A limpeza da zona limpa não precisa ser feita seguindo uma rotina diferente da limpeza comum, praticada antes da pandemia. Basta usar produtos capazes de destruir a película protetora que os vírus têm. Água sanitária ou sabão já são suficientes para alcançar esse objetivo.

Caso decida usar água sanitária, basta diluir 25 mililitros do produto em 1 litro de água. Se você fizer uma concentração mais forte do produto, use luvas para não irritar a sua pele.

A zona suja também pode ser limpa da mesma forma. Você ainda pode desinfetar objetos, como chaves e bancos, usando álcool em gel.

Misturar todos esses produtos não é necessário — e pode significar desperdício, pois todos conseguem eliminar os vírus.

Agora que você entendeu a importância de higienizar corretamente a sua casa, criando os ambientes de zona suja e zona limpa, comece a definir esses espaços hoje mesmo. Dessa forma, sua casa fica ainda mais organizada e protegida nesse momento de quarentena.


Você está tendo todos cuidados necessários com o uso do álcool em gel? Saiba como clicando aqui.

Veja Também