Notícias & Novidades

Exercícios e bons hábitos influenciam nos tratamentos e despesas com saúde

Pesquisa sobre saúde no trabalho chegou a surpreendentes conclusões em relação aos problemas dos hábitos de vida ruins e suas consequências. Isso ao analisar apenas três fatores de risco para a saúde: sedentarismo, indivíduos obesos e os fumantes, entre executivos e outros trabalhadores.

Na pesquisa com os hábitos dos funcionários, ficou constatado que os sedentários necessitaram de maior tempo de internação (54% a mais) em relação aos ativos que praticavam exercícios físicos moderados (no mínimo 150 minutos por semana) para o tratamento de uma mesma doença, por exemplo, uma pneumonia. Além disso, o grupo sedentário custou 36% a mais em despesas com a saúde, quando comparado com o outro grupo, o dos ativos fisicamente.

Os obesos escolhidos pelo IMC (índice de massa corporal) acima de 30 também foram avaliados no mesmo protocolo anterior e concluíram que os obesos precisaram de mais tempo de internação (85%) em relação aos funcionários não obesos, para tratar das mesmas doenças e 8% a mais em despesas com saúde do dia a dia.

O tabagismo é conhecido por causar grandes problemas de saúde, e a análise mostrou resultado significativo e grave, que influenciou as empresas onde trabalhavam. Isso porque eles precisavam de 114% a mais de tempo de internação comparados com não fumantes, para tratar das mesmas doenças comuns aos dois grupos. Além disso, faltaram mais ao trabalho (40% a mais) e custaram 26% a mais em despesas para os seguros de saúde.

yoga (32)
ginastica-laboral

Seguros de vida passaram a usar toda essa pesquisa para precificar os custos, sendo mais caros para sedentários, obesos e fumantes. No combate ao sedentarismo e suas consequências para saúde no futuro, muitas empresas implementaram medidas efetivas, estimularam formação de grupos de corrida entre os funcionários, contratando assessorias e outros profissionais de educação física.

Até pausas foram programadas para que os funcionários se exercitem por alguns minutos no próprio local de trabalho. Contrataram check-up clínico e esportivo anual de qualidade, após convencer convênios médicos a cobrir seus custos. Os resultados começaram a aparecer, aumento da produtividade, diminuição das faltas por doenças e visível bem estar de todos.

Ficou interessado? Confira nossos cursos de Yoga, Pilates e Meditação.

Publicado originalmente aqui.

Siga o IBRATE e acompanhe as novidades!

Veja Também