Notícias & Novidades

Como posso trabalhar com acupuntura?

O avanço no entendimento do corpo humano abre diversas portas para os profissionais da saúde. Um exemplo é acupuntura. Essa arte milenar oriental de tratamento por meio de agulhas extremamente finas está ganhando força no ocidente e, consequentemente, estimulando a formação de Especialistas em Acupuntura.

Apesar de se tratar de uma técnica muito antiga, a acupuntura está constantemente evoluindo e, atualmente, está mais moderna do que nunca. Tudo isso graças aos constantes avanços da tecnologia e da dedicação dos profissionais.

Hoje em dia, a acupuntura pode ser usada para tratar diversos problemas de saúde e na melhora da qualidade de vida e bem-estar das pessoas. Todavia, há uma carência de mercado de profissionais capacitados para serem Especialistas em Acupuntura

O que é acupuntura ?

A acupuntura é uma terapia milenar de origem chinesa, mas que partilha de fundamentos também da cultura da Coreia e Japão. Basicamente, essa arte usa de agulhas filiformes para estimular pontos específicos do corpo, com o intuito de equilibrar a energia da pessoa. Na epistemologia da acupuntura, entende-se no corpo a energia vital circula em vias especiais denominadas de canais de energia ou meridianos. Quando a energia do corpo está insuficiente ou estagnada ela esta em desequilíbrio e começa assim a aparecer os sintomas do adoecer.

O papel da acupuntura entre outras coisas é corrigir estes desequilíbrios, atuando como recurso terapêutico preventivo ou curativo. Uma outra forma de entender o mecanismo da acupuntura é através de uma linguagem fisiológica-funcional, onde o estimulo das agulhas na pele em pontos específicos fazem com que o corpo produza uma serie de moduladores neuroquímicos, tais como hormônios, endofirnas, cortisol, imunoglobulinas de defesa, entre outros, promovendo efeitos analgésicos, imunológicos e antinflamatórios.

Este rico recurso terapêutico pode auxiliar no tratamento de diversos sintomas, entre eles de: Doenças crônicas não transmissíveis (obesidade, tabagismo, fibromialgia, diabetes …), dores em geral (articulares, de coluna, enxaquecas, pós cirúrgico, pós trauma, tendinites, bursites Distúrbios temporo-mandibular, entre outras), bronquites, rinites, ansiedade, depressão, insônia.

O que faz um Especialista em Acupuntura ?

O Especialista em Acupuntura é o profissional de saúde que realiza a técnica de acupuntura, com o intuito de restabelecer o equilíbrio energético do corpo, melhorando a circulação de energia e desencadeando efeitos desejáveis ,conforme a necessidade de cada paciente. O primeiro passo da sessão de acupuntura é a anamnese, ou seja, uma avaliação energética do paciente, onde é observado pulso, língua, aparência da pele por exemplo.

O objetivo é identificar os meridianos em desequilíbrio e a síndrome que geram os sintomas. A próxima etapa é escolher quais os pontos serão estimulados por meio das agulhas. Pode ser usado materiais outros que não agulhas, tais como canetas de laser, eletroestimuladores, stiper, magnetos, moxabustão e ventosas. A acupuntura pode ser extendida a crianças, idosos, pacientes oncológicos, neurológicos, cabendo ao Especialista em Acupuntura ter os conhecimentos adequados para tal. Após a anamnese vem a etapa da aplicação das agulhas, que na sua grande maioria das punturas são indolores, devido a agulha, não injetar nada e ser da espessura de um fio de cabelo.

Normalmente, o paciente fica deitado com as agulhas (que são estéreis e descartadas) entre 15 a 20 minutos em cada decúbido (“barriga pra cima e barriga para baixo”) Uma boa sessão de acupuntura portanto leva no mínimo 1 hora. O Especialista em Acupuntura deve aprender a usar todos os recursos e técnicas de acupuntura em sua formação tais como: acupuntura sistêmica, auriculoterapia, eletro-acupuntura, moxabustão, ventosaterapia, avaliando quais delas o seu paciente necessitara.

Como se tornar um Especialista em Acupuntura ?

Primeiro você deve ter uma graduação na área de saúde, cujo diploma, foi expedido por uma faculdade/universidade reconhecida pelo MEC. Escolha uma Instituição de Ensino que tenha experiência no ensino da acupuntura a nível de Pós graduação lato sensu. Atenção!!!, uma Faculdade pode ter nome de marca, mas não ter professores que sejam experientes na prática clinica da acupuntura. A didática para ensinar acupuntura é muito diferente da graduação convencional, pois as compreensões energéticas precisam ser assimiladas. Considere na sua escolha o ambiente onde será realizado as práticas clínicas/estágios.

Quando concluir a sua Pós graduação em Acupuntura deve pegar seu certificado e registrar a especialidade em seu Conselho de Classe e/ ou na Associação ou Sociedade de Especialistas em Acupuntura. Como é o mercado de trabalho para o Especialista em Acupuntura? O Especialista em Acupuntura, pode trabalhar como autônomo em uma sala comercial como consultório, ou dividir espaços dentro de uma clinica multiprofissional com outros profissionais de saúde. Pode atender em domicílio também, ou ser um docente futuramente.

Algumas possibilidades de concurso estão se deslumbrando também no país, para atuar como Especialista em Acupuntura no SUS. Uma sessão de acupuntura varia dependendo da cidade e Estado. Uma referencia; em Curitiba cobra-se entre R$60,00 a R$150,00 uma sessão particular.

Profissional de Saúde, não dependa de ficar esperando uma carteira assinada. Seja autônomo! Invista na sua carreira. Entre em contato e conheça a Especialização em Acupuntura da Faculdade IBRATE!

 

Veja Também