Notícias & Novidades

5 desafios da gestão de pessoas e como superá-los

O setor de Recursos Humanos tem alcançado um papel cada vez mais estratégico nas empresas, já que os profissionais da área e os gestores das organizações têm percebido a importância de uma gestão de pessoas eficiente para que as equipes gerem os resultados esperados. Mas mesmo sendo uma área que está se desenvolvendo, inovando em suas práticas e metodologias e conquistando um lugar mais valorizado nas empresas, o RH ainda enfrenta diversos obstáculos no seu dia a dia.

Por isso, separamos os 5 maiores desafios da gestão de pessoas segundo o Censo RH Portal 2018 e o que você deve fazer para superá-los no artigo de hoje. Continue a leitura e descubra como enfrentar as suas principais dificuldades!

Gestão Estratégica de Pessoas com Ênfase na Área da Saúde

Quais são os maiores desafios da gestão de pessoas?

No relatório anual sobre o panorama de RH no Brasil de 2018, perguntamos qual o maior desafio que os profissionais enfrentavam na gestão de pessoas. Você vai conferir as principais respostas abaixo e ver dicas do que fazer para resolver essas questões no dia a dia do seu setor!

1 – Ter tempo para ser estratégico

49% dos profissionais que responderam a pesquisa disseram que um dos principais desafios da gestão de pessoas é ter tempo para tornar o RH mais estratégico. Isso acontece porque o setor conta com muitas tarefas operacionais, sendo difícil separar um período em sua rotina para planejar as ações e os próximos passos se orientando de acordo com os objetivos da empresa.

Para conseguir superar essa dificuldade, o primeiro passo é conhecer e estar alinhado com as estratégias da organização. Afinal, apenas assim você conseguirá definir quais são os objetivos do RH de forma assertiva. Também é fundamental deixar a subjetividade de lado e passar a se orientar por dados na hora de planejar uma nova ação ou desenvolver um processo, assim você evitará perda de tempo com algo que você não sabe se irá gerar o resultado esperado.

E a nossa última e principal dica é: conte com a ajuda de um software. Com a ferramenta certa, você conseguirá otimizar os processos de RH, como recrutamento e seleção, pesquisa de clima e avaliação de desempenho, por exemplo, ganhando tempo para focar na parte estratégica da gestão de pessoas.

2 – Fazer os diretores enxergarem a importância do RH

O segundo desafio mais citado na pesquisa, aparecendo em 35,9% das respostas, foi fazer os diretores enxergarem a importância do RH para a organização. Muitas vezes os gestores tendem a investir em algumas áreas específicas responsáveis por trazer um retorno direto para a empresa e não entendem o papel do departamento de Recursos Humanos para os resultados da companhia, mantendo a organização funcionando com altas taxas de produtividade, mínimos índices de rotatividade e qualidade do trabalho, por exemplo.

E aqui nós voltamos para a importância de um RH estratégico! É adotando esse posicionamento que o seu departamento conseguirá mostrar o seu valor na organização, já que você conseguirá apresentar – com base em dados – a responsabilidade do setor em relação aos resultados da empresa.

3 – Conseguir implementar ferramentas

Conseguir implementar ferramentas foi o terceiro desafio mais citado na pesquisa, aparecendo em 29,4% das respostas. Essa dificuldade pode estar muito relacionada ao desafio anterior, pois se a diretoria não valoriza o RH, será muito difícil conseguir o orçamento necessário para investir em ferramentas que podem ajudar no desenvolvimento do setor.

Por isso, além de mostrar a importância do departamento de Recursos Humanos para a empresa atuando estrategicamente, é fundamental que você planeje e saiba apresentar o orçamento do setor para a diretoria. Além disso, você precisa saber apresentar as ferramentas para os gestores, mostrando a sua relevância para os resultados da empresa como um todo.

Recursos Humanos

4 – Engajar e aumentar a produtividade da empresa

26,3% dos participantes da pesquisa responderam que engajar os colaboradores e aumentar a produtividade da empresa é o maior desafio da gestão de pessoas. E aí nós voltamos para a importância de um RH estratégico, pois quando você se baseia no que você acha que motivaria uma pessoa para definir as suas ações, não é possível saber se o que está sendo feito está funcionando ou não.

É aqui que entra a importância de desenvolver a Gestão Comportamental! Trata-se de uma gestão de pessoas baseada no comportamento. Ou seja, você irá mapear as competências e tendências de comportamento dos colaboradores, o que te dará as informações necessárias para planejar ações realmente eficientes. Pode ser que determinada equipe em sua empresa tenha um perfil predominantemente introspectivo, por exemplo. Então, uma dinâmica em grupo pode não ser a melhor opção como uma ação do RH que tenha o objetivo de gerar maior engajamento dos colaboradores. Porém, ela já pode funcionar para um time mais comunicativo.

Existem ferramentas de RH que, além de te ajudar otimizando as diversas atividades do setor como falamos no primeiro tópico, também irá te auxiliar nesse desafio da gestão de pessoas. Com esse tipo de sistema, você conseguirá aplicar testes de perfil comportamental em cada equipe e integrar as informações obtidas a processos como o recrutamento e seleção, desenvolvimento de colaboradores, dentre outros.

5 – Ter disponibilidade de investimento junto aos gestores

O último desafio citado na pesquisa foi a dificuldade de conseguir investimento junto aos gestores, que apareceu em 20,2% das respostas. Essa questão também está muito atrelada ao diretores enxergarem a importância do RH na empresa. Afinal, se eles não veem valor no departamento, será muito difícil disponibilizarem capital para o orçamento do setor.

Com isso, reforçamos, mais uma vez, a importância dos departamentos de Recursos Humanos serem cada vez mais estratégicos e se basearem em dados. Essa é uma tendência forte e necessária para que as empresas passem a entender o papel fundamental desse setor e melhorem os seus resultados!

Os desafios da gestão de pessoas são vários, mas é possível enfrentá-los e criar um setor cada vez mais estratégico e desenvolvido.

Nunca pare de estudar!

Lembre-se ainda que o aperfeiçoamento contínuo, com cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado, idiomas, entre outros, é condição essencial para o crescimento na carreira. Segundo um estudo do Insper de 2012, que usou dados da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (Pnad) o diploma universitário garante ao profissional salário até 167% mais alto que o de trabalhadores que concluíram apenas o Ensino Médio. Os profissionais que se mantêm competitivos são os que nunca param de estudar!

Ficou interessado? Confira nosso curso de Recursos Humanos.

Publicado originalmente AQUI.

recursos humanos

Siga o IBRATE e acompanhe as novidades!

Veja Também