Notícias & Novidades

3 Terapias que diminuem o estresse e podem ajudar a emagrecer

11/07/2017

O estresse aumenta a vontade de consumir alimentos ricos em açúcar e gorduras, que geram conforto imediato, por ativar o sistema de recompensa do cérebro. A afirmação é da endocrinologista Maria Edna de Melo, presidente da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica). Partindo desse pressuposto, qualquer terapia que ajude a conter a instabilidade emocional será positiva no emagrecimento.Pessoas que sofrem de estresse e ansiedade exacerbada também com­em rapidamente, o que colabora no ganho de peso. Afinal, o cérebro precisa de cerca de 20 minutos, a part­ir do começo da alimentação, para enviar o sinal de saciedade ao corpo. “Ao comer rápido, a tendência é que elas acabem ingerindo mu­ito mais do que precisam”, explica o psicólogo Gabriel Monteiro, especializado em gestão do estresse, diagnóstico e tratamento da ansiedade pela Harvard Medical School.“O estresse ainda libera dois hormônios na corrente sanguínea, a adrenalina e o cortisol, que dificultam a queima calórica”, explica a endocrinologista Maria Fernanda Barca, doutora em endocrinologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Este último hormônio, em níveis elevados, prejudica a função da tireoide e também desequilibra as reservas de açúcares no corpo, além de aumentar a concentração de gordura abdominal. 
emagrecimento

Mas a expectativa em relação às terapias deve ser realista, diz a presidente da Abeso. Ou seja, qualquer que seja a prática, precisa estar aliada a uma baixa ingestão calórica e a exercícios físicos regulares. A seguir, conheça algumas técnicas indicadas pelos especialistas consultados.

Yoga

A prática melhora a postura, fortalece a musculatura e também trabalha técnicas de respiração e meditação, que ajudam a controlar o estresse e a ansiedade. “A meditação tem o objetivo de liberar a mente dos pensamentos futuros para mantê-la focada no presente”, diz Gabriel Monteiro. “A yoga vai ajudar o aluno a conectar-se novamente com ele mesmo, para que não seja necessário usar o alimento como um calmante ou um alívio para as angústias. Quando estamos com a mente equilibrada, ficamos mais atentos aos cuidados conosco mesmos”, garante Tatiane Fernandes, proprietária e professora do Shanti Yoga Studio, em São Paulo.

Young woman doing yoga in nature. Female wearing sport clothes in lotus figure. Girl sitting on wooden road.

Reiki

Uma pesquisa de 2013, conduzida pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), com idosos apresentando sintomas de estresse, mostrou que o reiki melhorou a qualidade de vida dessas pessoas. Nessa prática, o terapeuta reikiano coloca as mãos sobre o cliente, para estabilizar os centros de energia do corpo. “O tratamento ajuda a recuperar o equilíbrio emocional, a harmonia interior, traz um profundo relaxamento, melhora o sono e reforça o sistema imunológico”, diz a psicóloga e reikiana Adriana Gandini Pezzuol. “Para colaborar com o emagrecimento, recomenda-se a aplicação sobre o chacra [ponto energético] do pescoço -para regular as glândulas que atuam no sistema endócrino-, e também no chacra básico [na base da coluna] -para trazer motivação, força e energia na realização das atividades físicas”, explica Adriana.

Reiki10

Acupuntura

A prática milenar de origem chinesa consiste em introduzir agulhas finíssimas em pontos predeterminados do corpo. Cada ponto se relaciona com órgãos e emoções. A técnica é indicada para tratar ansiedade, depressão, pressão alta e insônia. “A acupuntura ajuda a acelerar o metabolismo do indivíduo, a regularizar os hormônios, além de controlar as emoções que levam à compulsão alimentar”, diz a médica Márcia Lika Yamamura, diretora científica do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura e professora da Unifesp. A técnica ié contraindicada para pessoas com lesões na pele, muita sensibilidade ou que tenham medo de agulhas.

Acupuntura IBRATE

Publicado originalmente aqui

Quer aprofundar seus conhecimentos?

Confira nossos cursos de Acupuntura, Reiki e Yoga.

Siga o IBRATE e acompanhe as novidades!

Veja Também